Brinquedos e socialização infantil nos condomínios

A palavra criança vem do latim creare, que significa “produzir, erguer” e está relacionada a crescere, “crescer, aumentar”, tendo relação ainda com criação e criatividade. Indo muito além da origem etimológica, a época da infância é uma época de experimentações e de criar as bases que serão levadas por toda a vida.

Para elas, as brincadeiras são indispensáveis. É onde os pequenos dão início ao processo de socialização com outras crianças e desenvolvem hábitos e habilidades importantes. É através do brincar que a criança aprende a lidar com ambientes diferentes, novos objetos, conceitos de tempo e espaço, além de estruturas e pessoas.

Quando um condomínio é habitado por muitas crianças, é importante que o síndico pense em soluções para que elas possam se reunir, socializar e gastar energia. Parquinhos infantis, quadras, salas de jogos e oficinas criativas (como a proposta pelo condomínio Mirante do Lago) podem ser algumas das opções.

Entretanto, alguns cuidados devem ser tomados. O gestor do condomínio deve garantir que os ambientes estejam sempre seguros, com as devidas manutenções em dia, para que os brinquedos não ofereçam riscos às crianças. Além disso, os brinquedos devem ter indicações de qual faixa etária pode utilizar e ter um revestimento que amorteça as possíveis quedas e regras de utilização, que devem ser afixadas no local.

Brinquedoteca-Address

Por fim, é válido lembrar que ao brincar, as crianças devem sempre ser supervisionadas por um responsável. Os pais também devem ter em mente que eles são os principais responsáveis pelos próprios filhos e que esse cuidado não deve ser repassado aos funcionários do condomínio.

 

parquinho-5